Bolsonaro defende Toffoli

Jair Bolsonaro defendeu a decisão de Dias Toffoli de suspender o inquérito de seu filho e de milhares de outros investigados:

“Pelo que eu sei, pelo que está na lei, dados para repassar, dependendo para quem, tem que ter decisão judicial. O que é mais grave na legislação: os dados uma vez publicizados contaminam o processo. É o que posso dizer. Além de não ser economista, eu não sou jurista.”

Em seguida, ele acrescentou:

“Somos poderes harmônicos e independentes. Ele é presidente do Supremo Tribunal Federal. Somos independentes. Você acha justo Dias Toffoli criticar um decreto meu ou um projeto aprovado e sancionado? Se eu não quisesse combater a corrupção, não teria aceitado Moro como ministro.”

Comentários

  • Josimar -

    DIAS TOFFOLI NUNCA FOI NEM DE LONGE POR TOMAR DECISÕES EM PROL DA JUSTIÇA, SR Presidente votei no sr para não aceitar essas canalhices, que decisão judicial é essa que sempre sai a favor do OCRIM

  • Solange -

    Estranho, antes o ministro era o vilão petista agora é o queridinho dos bolsonaristas, vai entender esse povo brasileiro.

  • Diego/RS -

    Bom, pelo menos uma coisa coerente ele disse (em 6 meses de governo, e provavelmente em 30 anos de vida política) - admitiu que não entende nada de economia e nem de leis... mas tb, pra quê, né?

Ler 658 comentários