Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro deixa Aras no aquecimento para o Supremo

Presidente até hoje não formalizou a nomeação do PGR para um segundo mandato, o que sinaliza intenção de indicá-lo para o Supremo no lugar de Mendonça
Bolsonaro deixa Aras no aquecimento para o Supremo
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Jair Bolsonaro até hoje não formalizou a nomeação de Augusto Aras para um segundo mandato na Procuradoria Geral da República, apesar da recondução ter sido aprovada pelo Senado no dia 24 de agosto. O presidente precisa fazê-lo até 26 de setembro.

A demora está sendo interpretada em Brasília como estratégia de Bolsonaro para indicar Aras para o lugar de André Mendonça no Supremo. O ex-AGU espera há dois meses a sabatina da CCJ, mas Davi Alcolumbre diz que não vai pautar.

Nesta semana, Mendonça apelou para lideranças evangélicas e disse a interlocutores que a chance de desistir do Supremo é zero vezes zero.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO