Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro descartou plano da Secom que previa vaciná-lo antes

Bolsonaro descartou plano da Secom que previa vaciná-lo antes
Foto: Alan Santos/PR

O governo federal elaborou um plano de comunicação oficial que previa a vacinação de Jair Bolsonaro e de ministros contra a Covid, como “chamamento” à população, registra O Globo.

O presidente, no entanto, tem dito que só irá se vacinar quando toda a população brasileira já estiver imunizada.

Estava prevista ainda uma ação publicitária de Michelle Bolsonaro com o Zé Gotinha, símbolo de campanhas de vacinação, o que também não ocorreu.

As ideias constam de um plano feito pela Secom do Planalto e revelado pelo site Repórter Brasil.  O documento é assinado pelo almirante Flávio Rocha, que comandou interinamente a Secom entre março e abril e continua no governo como chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos.

Embora não implementado nesses pontos, o texto foi apresentado pela União em uma ação na Justiça Federal do Rio Grande do Sul, na qual o MPF cobrou do governo um plano de comunicação do enfrentamento à Covid.

Leia mais: O início da vacinação no Reino Unido traz esperança para o mundo e dá a largada para a corrida dos políticos pela vacinação em massa em diferentes países.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO