ACESSE

Bolsonaro deu "enorme auxílio" à criminalidade, diz coordenadora da Lava Jato em SP

Telegram

Janice Ascari, procuradora da República e coordenadora da força-tarefa da Lava Jato em São Paulo, também criticou a decisão de Jair Bolsonaro de manter o juiz de garantias no texto do pacote anticrime aprovado pelo Congresso.

Segundo ela, há outras “armadilhas” no texto sancionado.

“Vou me abster de comentar o enorme auxílio que o presidente Bolsonaro deu à criminalidade”, escreveu Ascari, ontem, no Twitter.

“O texto aprovado por ele contém armadilhas especialmente e propositadamente preparadas para resolver ‘certos’ problemas”, completou a procuradora, sem especificar quais seriam essas “armadilhas”.

Leia também:

Por que o juiz de garantias à brasileira é um atentado violento

2020 será desafiador. Mas você tem um novo aliado. Saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 193 comentários