Bolsonaro disse que não aceitaria impeachment por causa de exame e usaria as Forças Armadas

Na reunião ministerial do dia 22, Jair Bolsonaro disse também que não aceitaria ser alvo de “impeachment” por causa da divulgação de uma “porcaria de exame” de Covid-19.

E ressaltou que ele é quem “comanda as Forças Armadas” e as usaria se preciso “para evitar um golpe”.

Leia também: POR QUE BOLSONARO QUER A PF DO RIO? (UMA TENTATIVA 'ESCANDALOSA')
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 494 comentários
TOPO