Bolsonaro diz não descartar agrônomo para Meio Ambiente

Jair Bolsonaro disse neste sábado, depois de participar de um evento na Academia Militar das Agulhas Negras, que o nome do engenheiro agrônomo Xico Graziano não está descartado para a pasta do Meio Ambiente.

“Coloquei para ele os problemas que temos e ele é extremamente favorável a atender o que eu propus a ele”, afirmou, citando o volume de multas aplicadas pelo Ibama.

“O homem do campo não pode ter gente no governo maltratando quem produz.”

Conheça as questões definidoras do futuro governo — e do Brasil AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Rábula disse:

    Graziano e Felício: péssimos nomes, por motivos diferentes... o meio-ambiente é, definitivamente, a área onde o presidente eleito tem menos repertório e referências: espero que erre pouco.

Ler comentários
  1. Joao disse:

    O Xico é um aloprado. Fez péssima gestão em São Paulo. Felício não tem perfil nem experiência em diversos temas ambientais.

    1. Os temas abordados por estudos de ongs globalistas? Ele discorda. Isso não é sinal que ele não entende. O aquecimento, por exemplo, ora ele existe, mas não com o homem como fator principal.

  2. Antonio disse:

    Por que não fechar o IBAMA? Só atrapalha, atravanca todo o desenvolvimento nacional, troca por uma comissão multidisciplinar com prazo de 3 dias para dar pareceres sobre as demandas.

  3. Cidadão disse:

    Tem que colocar um ambientalista no Meio Ambiente para combater os latifundiários que estão devastando nossas florestas para transformá-las em pasto para o gado.

    1. Porque voce não se manda para a Europa seu traidor de uma figa

    2. Será que o "Cidadão concorda em abrir mão de seu "bife a linamesa"?

    3. Protege bastante e vocês depois vão comer merda, almofadinhas ratos de cidade, cala a boca filhadasputass,e preciso produzir imbecis!!!

    4. Isso mesmo Vicente. Um exemplo disso é ambientalista Marina e seu marido madeireiro...Assim os intelectuais de meio ambiente vivem>>Palavras lindas e práticas ridículas!

    5. Não, quem devasta florestas são madereiros indecorosos e, quase sempre, após "comprar" os fiscais do governo, principalmente quando petistas!

  4. Ricardo disse:

    Tá de brincadeira bolsonaro. Ricardo Felicio

  5. WILTON disse:

    Um PSDBbosta...??? - Indicado p/Teresa Cristina (?)... Certamente vai ter MUITA PREOCUPAÇÃO com a preservação da PERERECA EXÓTICA. Só o Prof. RICARDO FELÍCIO vai ajudar no desenvolvimento do BR

  6. LUANA disse:

    CERTO ,tomara chega 2019 e logo virar a pagina vermelha

  7. Zeca disse:

    Prof. Ricardo Felicio. Nova linguagem, novos tempos, quebra de paradigmas comunistas. Ou muda realmente ou fica difícil.

  8. Mirian disse:

    Concordo com Bolsonaro...É preciso rever urgente essa política de meio ambiente onde se desmata muito para poucos eleitos,não faz nada para prever uma tragédia como Mariana e até hoje não fez na

  9. Freedom disse:

    Os últimos governos se dedicaram a acabar com o agronegócio.

  10. Luiz disse:

    Bolsonaro teria sem dúvida o melhor técnico possível neste ministério o que o Xico fez combo projeto município verde e azul no estado de São Paulo é modelo para todo o Brasil,o cara e excepcion

  11. Leitor disse:

    Se Xico for nomeado não fará certamente uma boa gestão, ele só entende de plantar café adensado com irrigação.

  12. Petronilo disse:

    Tem abusado que precisa de cadeia e multa sim. As madeireiras na amazônia têm ser erradicadas da face da terra.

  13. Presidente-XVII disse:

    Tucanos não, né, capitão? Um ex-assessor de FHC? Creio que o capitão está sendo induzido ao erro por "aliados" de última hora. Quem tem nomes como Ricardo Felício não precisa de tucanos.

  14. José disse:

    Topa qualquer coisa para assumir o ministério.

  15. Jonatan disse:

    Gosto e muito do nome do Xico Graziano, ele é bem favorável as ideias do Bolsonaro, além de ser agrônomo e também foi indicado pela Teresa Cristina

    1. Mas ele é um tucano. Saiu do psdb, mas carrega a marca de ser ex-assessor de FHC. Não é um conservador.