Bolsonaro diz que PT politizou as Forças Armadas

Bolsonaro diz que PT politizou as Forças Armadas
Foto: Marcos Corrêa/PR

Jair Bolsonaro negou hoje tentativa de politizar as Forças Armadas e disse que a politização ocorreu no governo Dilma Rousseff, quando Jaques Wagner, filiado ao PT, foi ministro da Defesa.

“Houve uma especulação enorme da mídia, né? ‘Está politizando… quer fazer isso, quer fazer aquilo’. Curiosidade: quem era e quem é o ministro da Defesa? Ambos são generais de Exército. Do último posto da carreira. General de quatro estrelas. Vocês sabem, quem é da ativa não pode estar sequer filiado a qualquer partido político”, disse, durante a live para seguidores.

“No passado, a presidente Dilma (Rousseff) colocou o Jaques Wagner, do PT, para ser ministro da Defesa. Ela politizou ou eu politizei?”, disse depois.

Bolsonaro, no entanto, evitou explicar o motivo da substituição de Fernando Azevedo e Silva por Walter Braga Netto.

“Só nós sabemos basicamente o motivo disso tudo e morreu aqui essa história, não tem que discutir nada e foi para a Defesa”, disse.

Sobre os comandantes das Forças Armadas que entregaram os cargos, Bolsonaro disse que “só tem a agradecer o trabalho deles”. “Foram excepcionais para comigo ao longo desses dois anos e dois meses”, afirmou.

Leia mais: Pois é, nada mudou da esquerda para a direita.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO