Bolsonaro diz que quem sugere vacina obrigatória pensa em tudo, 'menos na saúde'

Bolsonaro diz que quem sugere vacina obrigatória pensa em tudo, menos na saúde
Foto: Marcos Corrêa/PR

Durante um evento no Planalto, Jair Bolsonaro voltou a provocar João Doria e reafirmou que a vacina contra a Covid-19 não será obrigatória.

“A vacina contra a Covid, como cabe ao Ministério da Saúde definir, não será obrigatória. Quem está falando isso daí, com toda a certeza, pode estar pensando em tudo, menos na saúde e na vida do próximo.”

Como mostramos, o governo de São Paulo apresentou hoje os resultados preliminares da segurança da Coronavac. Segundo o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, a vacina chinesa apresentou efeitos colaterais leves em 35% dos testados.

No Planalto, Bolsonaro criticou as pesquisas feitas “a toque de caixa”.

“O ministro da Saúde é bem claro: qualquer vacina tem de ter a comprovação científica e tem de ser aprovada pela Anvisa. Isso não é a toque de caixa nem de uma hora para outra (…). Essa pessoa está levando terror perante a opinião publico. Metade da população diz que não quer tomar a vacina. Ninguém pode, em hipótese alguma, obrigar a tomar a vacina.”

Leia mais: Se você quer por à prova o discurso oficial de que "aqui não tem corrupção", eis sua chance
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 99 comentários
TOPO