ACESSE

Bolsonaro e general Ramos criticam desfile da Mangueira com "releitura" de Cristo

Telegram

O desfile da Mangueira na Sapucaí não agradou a Jair Bolsonaro, que comentou a “releitura” feita pela tradicional escola de samba carioca sobre a trajetória de Jesus Cristo.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, no qual aparece caminhando pela praia ao lado de seguranças, do filho Flávio Bolsonaro e do deputado Hélio Lopes, Bolsonaro fez críticas à imprensa e, em seguida, falou sobre o desfile da Mangueira.

“Vamos ver a reação do povo aí. Um dia vou ter alguma vaia também, né? E a imprensa vai divulgar. A ‘Folha de S.Paulo’, hoje, foi buscar uma imagem do Carnaval do Rio, uma imagem de uma escola de samba desacatando as religiões, né? Cristo levando uma batida de policial. Faz uma vinculação comigo. Estão buscando uma imagem no Rio para me atingir”, disse Bolsonaro.

Outro que não gostou do desfile da Mangueira foi o ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo. No Twitter, ele escreveu:

“Sou defensor da liberdade de expressão, valor importante na Democracia! Mas, como cristão, não creio ser razoável usar a figura de Jesus, filho de Deus, da forma que a escola de samba Mangueira fez. Independente dos que acreditam ou não, respeitem os católicos e cristãos!”.

Basta de atritos com Bolsonaro. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 114 comentários