Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro editará decreto liberando vacinação de adolescentes, diz jornal

Depois de pressionar Marcelo Queiroga para suspender imunização de jovens de 12 a 17 anos sem comorbidades, presidente deve voltar atrás, relata O Globo
Bolsonaro editará decreto liberando vacinação de adolescentes, diz jornal
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Depois de fazer Marcelo Queiroga suspender a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades por causa do que ouviu num programa de rádio bolsonarista, Jair Bolsonaro prepara um decreto para voltar a liberar a vacinação desse grupo, informa O Globo.

O texto destacará que os jovens entre 12 e 17 anos só poderão receber imunizantes liberados pela Anvisa para a faixa etária —ou seja, destacará a regra que já existia. Hoje, apenas a vacina da Pfizer é autorizada pela agência para esse grupo.

A previsão é que a medida seja publicada ainda nesta quarta-feira (22), de acordo com informações do alto escalão do governo ao jornal carioca.

Se confirmado, o decreto ocorrerá seis dias após o Ministério da Saúde ter divulgado nota técnica recomendando que não houvesse vacinação em adolescentes sem comorbidades.

Emitida após a pressão do presidente, a nota da semana passada contrariou orientação anterior da própria pasta num momento em que cidades como São Paulo já haviam vacinado a maior parte dos jovens —e ainda provocou a ameaça de renúncia da câmara técnica da Saúde, que não foi consultada sobre a mudança.

Ou seja: Jair Bolsonaro está tentando resolver um problema que ele mesmo criou. E por decreto, para mostrar que é ele quem manda.

Em bom português, o nome disso é lambança.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO