Bolsonaro eleitoral

Bolsonaro eleitoral
Foto: Reprodução/Redes Sociais

A seis dias da eleição municipal, Jair Bolsonaro usou suas redes sociais para fazer o terceiro “horário eleitoral gratuito” –como ele mesmo classificou–, em campanha para candidatos a prefeito e vereador de diversas cidades.

O presidente anunciou apoio a oito prefeitos e abriu espaço para o presidente da Embratur, Gilson Machado, fazer campanha para aliados.

Bolsonaro disse que, a princípio, não iria se envolver nas eleições municipais, mas mudou de posição para “varrer o comunismo e o socialismo no Brasil”.

“Lá atrás eu falei que não queria me envolver nas eleições municipais, mas, em alguns municípios, me vi no dever de apresentar, até em gratidão aos candidatos, e bem como para evitar que esses municípios caiam na mão de pessoas que vão fazer oposição [ao governo federal].”

Como mostramos, o Ministério Público Eleitoral vai investigar se Bolsonaro cometeu crime eleitoral ao declarar apoio a vários candidatos durantes suas lives.

 

Leia mais: Apoie o nosso jornalismo investigativo, analítico e independente.
Mais notícias
TOPO