Bolsonaro elogia ações da PF no Rio após troca de comando

Bolsonaro elogia ações da PF no Rio após troca de comando
(Brasília - DF, 04/05/2020) Presidente da República Jair Bolsonaro, durante assinatura do Termo de Posse do senhor Rolando Alexandre de Souza, Diretor-Geral da Polícia Federal. Foto: Isac Nóbrega/PR

Durante transmissão hoje em redes sociais, Jair Bolsonaro insistiu que não tem acesso a informações privilegiadas de investigações da Polícia Federal.

O presidente disse que caberá a Rolando Alexandre de Souza –nomeado para a direção-geral da PF depois que Alexandre Ramagem teve seu nome barrado pelo STF– definir quem assume a superintendência da corporação no Rio.

“No Rio de Janeiro, já tem gente presa”, disse Bolsonaro em referência à Operação Favorito, que apura denúncias na área da saúde do governo de Wilson Witzel, seu adversário político.

“Minha continência para a Polícia Federal. Eu não tenho informação privilegiada, como o pessoal acha que eu tenho, mas a PF no Rio está indo para cima”, acrescentou o presidente.

Leia também: Bolsonaro, sobre a PF: "Vou interferir. Ponto final"
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO