ACESSE

Bolsonaro elogia Trump, mas não comenta decisão dos EUA de retirar Brasil de lista preferencial

Telegram

Jair Bolsonaro preferiu não comentar nesta terça-feira a decisão do governo americano de retirar o Brasil da lista de países em desenvolvimento que desfrutam de benefícios comerciais.

Como informamos mais cedo, a decisão foi interpretada pela cúpula da equipe econômica como um “dano colateral”.

Ao deixar o Palácio da Alvorada, hoje pela manhã, Bolsonaro foi perguntado por jornalistas sobre a decisão dos Estados Unidos — ele não respondeu e deixou o local imediatamente.

Antes disso, conversando com apoiadores que o esperavam na porta do Alvorada, Bolsonaro foi apresentado a uma americana que se dizia fã de Donald Trump.

“Por que o Trump é tão criticado pela imprensa dos Estados Unidos? O cara diminuiu o desemprego, melhorou a economia, atendeu aos latinos que já estão lá. […] Notícia boa a imprensa não vende? Será que é isso?”, disse o presidente.

Basta de atritos com Bolsonaro. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 23 comentários