Bolsonaro engorda emendas de bancadas estaduais

Após a abundância de recursos desembolsados pelo governo Jair Bolsonaro para fazer frente à pandemia da Covid-19, o Orçamento de 2021 será marcado por um período de vacas magras.

Alheios ao cenário de ajuste fiscal, porém, deputados e senadores viram seu orçamento para emendas impositivas engordar em 6,2% em relação ao disponibilizado em 2020, totalizando R$ 16,3 bilhões. O maior ganho ficou por conta das bancadas estaduais, que abocanharam R$ 6,7 bilhões de reais.

LEIA AQUI a reportagem de André Spigariol na Crusoé.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários
TOPO