Bolsonaro ergue cloroquina durante posse de Pazuello

Bolsonaro ergue cloroquina durante posse de Pazuello
Reprodução/TV Brasil

Durante discurso na posse de Eduardo Pazuello, Jair Bolsonaro ergueu uma caixa de hidroxicloroquina e defendeu o uso do medicamento no tratamento precoce da Covid-19.

“Aprendi no meio militar que pior que uma decisão mal tomada é uma indecisão. Nós tínhamos de fazer alguma coisa para conter as mortes que se aproximavam de pessoas vitimadas pelo vírus. O primeiro problema com o primeiro ministro (Henrique Mandetta) foi a questão da hidroxicloroquina.”

E acrescentou:

“Eu aceito, mesmo não sendo médico, qualquer critica a ela (cloroquina), mas por parte das pessoas possam apresentar uma alternativa para a mesma. Hoje, estudos já demonstram que por volta de 30% das mortes poderiam ter sido evitadas caso, de forma precoce, fosse ministrada a hidroxicloroquina.”

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 90 comentários
TOPO