Bolsonaro escolhe Banhos para o TSE

Jair Bolsonaro decidiu nomear o advogado Sérgio Banhos para a vaga de titular do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no lugar de Admar Gonzaga.

Banhos estava até agora como ministro-substituto. A nomeação seguiu a tradição da Corte eleitoral e frustrou os planos da ministra Rosa Weber de tentar colocar a ex-AGU Grace Mendonça no TSE.

Como disse Marco Aurélio Mello, Grace estaria furando a fila das cadeiras destinadas à advocacia.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. EEduardo Siegfried Zöbisch disse:

    Boca Boa pra um tribunal figurativo, que não decide porcaria nenhuma. A Justiça Eleitoral é uma jabuticaba igual à justiça do trabalho

Ler comentários
  1. Lucas disse:

    É verdade que essa tal de justiça eleitoral só existe no Brasil? Somos o país do atraso mesmo.

  2. Alex disse:

    Isso será bom para a governança de Bolsonaro ???? - É aqui, nessas matérias, é que o jornalismo poderia integrar a profundidade dessa nomeação..... COMO É ANTAGONISTAS ???

  3. Val disse:

    Dra Grace agora ficou sem HD e sem TSE. Não esqueçam de que ela não ajuizou ações de improbidade contra políticos envolvidos na LJ sob alegação de que não tinha HD para copiar os inquéritos

  4. James disse:

    Engraçado, a mesma coisa que o molusco preso fez ao nomear juiz que não é juiz, furar fila. Semelhantes geralmente tem muito em comum. O tempo dirá

  5. OPJ disse:

    O stf está sem moral para indicar ninguém para vaga nenhuma.

  6. João disse:

    Parabens!!! Grace é defensora e aniga de dezenas de corruptos como O Vampirao Temer ....

  7. Marco disse:

    Advogado vira juiz sem nunca ter sido e com ajuda do Presidente, Isto tem que acabar talquei!

    1. Concordo com você. Mas são as regras atuais do jogo, talquei?

  8. ZEZECO disse:

    Tudo q contraria os ditadores do stf he bom para o Brasil.

  9. José disse:

    Avante Nova Previdência #BrasilEBolsonaro