Bolsonaro espera 'não ser necessário' prorrogar coronavoucher

Bolsonaro espera não ser necessário prorrogar coronavoucher
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Jair Bolsonaro afirmou há pouco que espera não ser necessário prorrogar o auxílio emergencial para 2021.

O presidente deu a declaração a apoiadores, no Palácio da Alvorada.

“Pergunta para o vírus [se será preciso prorrogar o auxílio]. A gente se prepara para tudo, mas tem que esperar certas coisas acontecerem, mas esperamos que não seja necessário, porque é sinal de que a economia vai pegar e não teremos novos confinamentos no Brasil. Eu não apoiei essa ideia do confinamento, fui pelo isolamento vertical, mas infelizmente a decisão coube aos governadores e prefeitos.”

E completou:

“Se não fosse toda aquela quantidade de auxílio que nós fizemos, a economia tinha quebrado o Brasil. A gente espera que não seja necessário [prorrogar o auxílio emergencial] e que o vírus esteja de partida do Brasil.”

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 25 comentários
TOPO