Bolsonaro espera nova “dor de cabeça” com setor elétrico brasileiro após falta de chuvas

Ministério de Minas e Energia deve acionar usinas termelétricas para evitar apagão
Bolsonaro espera nova “dor de cabeça” com setor elétrico brasileiro após falta de chuvas
Foto: Anderson Riedel/PR

Em conversa com apoiadores na chegada ao Palácio da Alvorada, Jair Bolsonaro disse que espera uma crise no setor elétrico por causa da falta de chuvas no Brasil.

Na semana passada, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que pretende acionar todas as usinas termelétricas do país para garantir que não ocorram apagões, já que as hidrelétricas estão com os níveis mais baixos desde 1931, segundo o governo.

“Nós estamos com um problema sério pela frente. Estamos vivendo a maior crise hídrica da história. Eletricidade? Vamos ter dor de cabeça. Demos mais um azar. E a chuva geralmente (ocorre) até março. Agora, já está na fase que não tem chuva. Vamos ver como vamos nos comportar aí”, disse Bolsonaro.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO