ACESSE

“Bolsonaro está pendurado na rua”

Telegram

Paulo Kramer, cientista político que colabora com o governo, disse ao Estadão que, sem base, Jair Bolsonaro ficará vulnerável.

“Vai ser sempre uma relação instável em que, de um lado, o presidente vai procurar não perder o capital de popularidade perante as massas – e as massas não se agradarão se ele ficar muito íntimo dos deputados e senadores – e o Congresso vai esperar que a popularidade de Bolsonaro se desgaste para aumentar o poder de barganha”, afirmou.

“Como não organizou uma base nos moldes do presidencialismo de coalizão, Bolsonaro está pendurado na rua. O carisma de um líder é fugaz, não dura muito.”

Censura à Crusoé: seu direito de acesso à informação foi cassado. MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 178 comentários