Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro exonera chefe da Secom

Bolsonaro exonera chefe da Secom
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Jair Bolsonaro exonerou o chefe da Secom, Fábio Wajngarten. O almirante Flávio Rocha foi nomeado interinamente para o cargo.

Em queda nas pesquisas por causa dos crimes cometidos durante a epidemia de Covid-19, o presidente vai apostar todas as suas fichas no ministro da Propaganda (e genro de Silvio Santos) Fábio Faria.

Como O Antagonista revelou, Wajngarten entrou em rota de colisão com Fábio Faria, a quem estava subordinado.

Faria queixava-se que o secretário não prestava contas de suas ações e parecia ter “voo próprio”, nos contatos com agências de publicidade e veículos.

A gota d’água foi cobrar de Roberto Castello Branco que investisse R$ 100 milhões em emissoras que apoiam o governo Bolsonaro.

O almirante Flávio Rocha foi nomeado interinamente para o cargo.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO