Bolsonaro fala de Battisti em entrevista à TV italiana

Jair Bolsonaro deu entrevista à TV italiana RAI e disse que planeja visitar a Itália em 8 de maio, dia em que se comemora o fim da Segunda Guerra.

O presidente brasileiro disse ter falado sobre o assunto com o premiê Giuseppe Conte ou o vice-premiê Matteo Salvini (“não lembro agora, um dos dois”). Também afirmou que será sua primeira visita à terra de seus avós, Lucca.

A aproximação entre os governos dos dois países ocorre após a deportação do terrorista Cesare Battisti, defendida por Bolsonaro.

O presidente brasileiro comparou Battisti ao guerrilheiro Carlos Lamarca: “Quando jovem, conheci os horrores do terrorismo porque, quando Lamarca passou na minha cidade, feriu seis soldados da Força Pública. Dois desses soldados tinham filhos, que eram meus colegas de escola”.

“Fazia parte desta organização terrorista [a VPR de Lamarca] também a senhora Dilma Rousseff. Obviamente, o governo de Lula não poderia acolher um deles de outra forma, porque daquele governo fazia parte Dilma”, acrescentou.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 65 comentários
  1. 6. O JB e filhos serão massacrados pois não há partido para isolá-los dos FATOS. Os generais só protegerão as FAs. Os mídias não massacram pois só se interessam em elucidar FATOS.

    1. IV) Para Fernando. A expressão “massacrados” não se restringe/refere a DETONADOS mas sim a azucrinados, aporreados, viver no fio-da-navalha, de nervos estourados.

    2. Jair tem foro privilegiado! Mesmo que tente apresentar um pedido de impeachment nao da em nada, apenas pode ser aberto com fatos ocorridos durante o mandato!

  2. Que fez o Retrato falado, quem pediu para o temer Assinar a expulsão! Battisti não passou pelo Brasil porque já tinha um HC para Soltá-lo. E a Lei Brasileira exige só 30 anos de cadeia com REGRES

  3. 4. No regime democrático o vigiar dos mídias é por pressão modo dedo-na-moleira e bafo-no-cangote. Daí q/ os candidatos devem estar bem consolidados nos partidos. JB errou não ter partido.

  4. Lula está preso babacas! Battist está preso babacas! E isso é só o começo, é melhor Jair se acostumando kkkkk, parem de cuidar da vida do Flávio, nunca fizeram isso com os petralhas uai

    1. II) Zelo co’a memória Josiane. A VEJA desde 2003 editou centenas (quase milhar) de edições c/ capa a denunciar malfeitos de Lula/Dilma. Há duas dezenas de livros-denúncias de jornalistas.

  5. 2. O eleito “feiticeiro” não vai ter sossego 24h7d dos veículos de mídia. Ocorre o jornalismo é trabalho de equipe de produzir informes garantidos por FATOS. Só que JB se garante por “feitiço

  6. 1. Bolsonaro “enfeitiçou” o pleito/2018/TSE por três “feitiços”: a) sete segundos, b) 28 anos baixo-clero, c) zero palanque e debates. O eleito se tornou “feiticeiro” numa democracia!

  7. Pode falar do que quiser, Battisti, Macri, armas, mas o que o povo quer mesmo saber é porque Junior entrou com um pedido sigiloso no Supremo pra parar a investigação do Queiróz.

    1. Não! Foi uma vitória para o povo italiano, massacrado por Mussolini. Tanto é que os soldados bradileiros são homenageados todos os anos na Itália. E Mussolini sabemos o fim que teve.

    1. I) Reparar que o Senso Comum da democracia não explica: a)só “sete segundos” mas atropela; b) 28 anos baixo-clero mas atropela; c) zero em palanque e debates mas atropela.