Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro fala em 'medidas racionais' contra variante Ômicron, sem dar detalhes

Em formatura militar no Rio, presidente disse que o Brasil 'não aguenta' um lockdown e afirmou que decisão sobre Carnaval cabe a governadores e prefeitos
Bolsonaro fala em medidas racionais contra variante Ômicron, sem dar detalhes
Reprodução/Foco do Brasil/YouTube

Jair Bolsonaro declarou nesta sexta-feira (26), após participar de uma formatura militar no Rio, que avalia “medidas racionais” quanto à entrada de estrangeiros diante do avanço da variante do coronavírus detectada na África do Sul e batizada hoje de Ômicron pela OMS, registra O Globo.

O presidente disse ter debatido o assunto com o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, e com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, mas deixou em aberto o que entende como “medida racional”. A agência recomendou restrições a voos vindos da África.

“Tudo pode acontecer, uma nova variante, um novo vírus. Mas o Brasil e o mundo não aguentam um novo lockdown, seria condenar todos à miséria, que leva à morte também. Temos que encarar a realidade sem se apavorar [sic]”, disse Bolsonaro.

Na conversa com Barra Torres e Nogueira, segundo o presidente, a vinda de visitantes da Argentina foi um dos assuntos: “Quem vier de carro da Argentina para cá entra sem problemas. Quem vier de avião faz quarentena de quatro dias. Então, vou tomar medidas racionais”.

E Bolsonaro prosseguiu: “Carnaval, por exemplo: eu não vou para o Carnaval. Mas não tenho comando do combate à pandemia, isso cabe a governadores e prefeitos”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....