Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro insiste em mentira e acusa TSE de propagar fake news

O presidente voltou a dizer que a PF concluiu que a invasão de um hacker ao sistema do TSE indica a existência de fraude nas eleições de 2018
Bolsonaro insiste em mentira e acusa TSE de propagar fake news
Reprodução: Facebook/Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro voltou mentir nesta quinta-feira (5) sobre o sistema eleitoral. Em entrevista à Rádio 93 FM, do Rio de Janeiro, o presidente afirmou mais uma vez que um inquérito da Polícia Federal apurou que houve invasão de um hacker no sistema do TSE em 2018.

Bolsonaro divulgou a informação pela primeira vez em uma live realizada ontem à noite, mas logo foi desmentido pelo tribunal, que esclareceu que o inquérito não foi concluído e que a invasão foi totalmente inócua.

O presidente — como já era de se esperar — ignorou a manifestação do TSE e tentou sustentar sua verdade paralela.

A urna não é auditável. Temos dois laudos da Polícia Federal dizendo isso, ela não é auditável. […] Você vê na internet dezenas de vídeos, cetenas de vídeos, de pessoas comuns falando que, por ocasião das eleições de 2018, iam votar, apertavam ‘1’ e aparecia ‘nulo’. Apertava o 17 e aparecia a foto do Haddad.”

Bolsonaro acusou o TSE de propagar fake news sobre as eleições.

“Na semana passada, o TSE rebatia a gente em tempo real. Com fake news, mais rebatia a gente. No dia de ontem, em uma live especial, o TSE não rebateu nada do que nós falamos. Por quê? Nós pegamos um inquérito da PF, onde eles apuraram a invasão de um hacker no sistema do TSE. O TSE afirma que, de abril de 2018 até novembro de 2018, que pega todo o período eleitoral, o hacker entrou, passeou e ficou hospdado no coração do sistema ao longo desses oito meses.”

Ontem, o ministro do STF Alexandre de Moraes incluiu o presidente no inquérito das fake news por causa de susas mentiras sobre as urnas eletrônicas.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO