Bolsonaro tenta manter apoio entre caminhoneiros

Chamada de 'Gigantes do Asfalto', iniciativa foi criada para que motoristas possam antecipar o pagamentos dos fretes
Bolsonaro tenta manter apoio entre caminhoneiros
Foto: Anderson Riedel/PR

Hoje, durante o lançamento do programa Gigantes do Asfalto, Jair Bolsonaro fez um balanço do que seu governo fez até agora por caminhoneiros, motoristas e motociclistas.

“Dirigir no Brasil não pode ser uma tortura […] o que pudermos fazer para tirar o estado do cangote do profissional, nós faremos”, resumiu o presidente depois de exaltar o fim dos radares móveis em rodovias federais e a decisão de zerar a cobrança para motociclistas em pedágios.

“Diminuímos e muito os radares. Acabou a figura do policial agachado na moita para multar. Mas não podemos dizer o mesmo dos radares estaduais.”

Gigantes do Asfalto

O programa Gigantes do Asfalto foi lançado para incentivar a formalização dos caminhoneiros e criar um histórico de crédito que os ajude a obter financiamentos em bancos.

Esses profissionais poderão descontar antecipadamente o pagamento dos fretes feitos em agências bancárias mediante a cobrança de uma taxa. A princípio, a iniciativa valerá nas agências da Caixa Econômica Federal.

A proposta do governo é que, com a ampliação desses pagamentos para outros bancos, o valor cobrado como taxa caia. Outra medida do programa é a criação do Documento de Transporte Eletrônico. O arquivo vai aglutinar até 20 registros de transporte exigidos pela fiscalização.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO