Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

Bolsonaro: leite condensado é para enfiar no rabo da imprensa
Foto: Reprodução, Instagram

Em evento fechado com artistas e asseclas numa churrascaria de Brasília nesta quarta (27), Jair Bolsonaro atacou a imprensa por causa da repercussão dos gastos do governo federal com alimentos em 2020, incluindo R$ 15 milhões com leite condensado.

“Quando eu vejo a imprensa me atacar, dizendo que comprei 2 milhões e meio de latas de leite condensado… vai pra puta que pariu!”, discursou o presidente, para o aplauso e as risadas dos puxa-sacos presentes ao evento.

“Imprensa de merda essa daí. É pra enfiar no rabo de vocês aí —vocês não, vocês da imprensa— essa lata de leite condensado.”

Bolsonaro prosseguiu dizendo à claque o que os veículos de imprensa que noticiaram a história (a começar pelo primeiro, o portal Metrópoles) já haviam explicado: os gastos com a compra de alimentos no ano passado são do governo federal como um todo, incluindo ministérios e estatais, não apenas da Presidência.

O presidente afirmou ainda que “acusações levianas não levam a lugar nenhum” e prometeu levar o ministro-chefe da CGU, Wagner Rosário, à sua live desta quinta-feira (28) para falar do caso. Disse também que a gestão de Dilma Rousseff —esse grande exemplo, só que ao contrário— gastou mais que ele com leite condensado.

Clique abaixo para assistir ao vídeo (e repare como Ernesto Araújo se apega ao cargo de antichanceler):

Leia mais: O impeachment de Bolsonaro entra na agenda.
Mais notícias
TOPO