Bolsonaro: 'Não acredito que a vacina da China transmita segurança pela sua origem'

Bolsonaro: Não acredito que a vacina da China transmita segurança pela sua origem
Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Bolsonaro voltou a criticar a Coronavac.

Em entrevista à Jovem Pan na noite de quarta-feira (21), afirmou: “Da China nós não compraremos, é decisão minha. Eu não acredito que ela [a vacina] transmita segurança suficiente para a população pela sua origem”.

Bolsonaro acrescentou: “Quando o chefe decide, o subordinado cumpre”.

A Coronavac é desenvolvida no Brasil em parceria com o Instituto Butantan.

Em reunião com governadores nesta terça-feira (20), Pazuello disse que a vacina do Butantan será a vacina brasileira. Também disse esperar que ela fique pronta antes da vacina da AstraZeneca.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, cumpriu ontem a missão de desmentir declarações de Pazuello que estão gravadas em vídeo e registradas em ofício.

Leia mais: Quem acredita em “vacina do Doria” ou “vacina do Bolsonaro” precisa abrir os olhos.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 170 comentários
TOPO