ACESSE

Bolsonaro não é dono das ruas

Telegram

“Até agora, as ruas pareciam ser um território francamente dominado pelos camisas pardas do bolsonarismo”, diz o Estadão, em editorial intitulado “a rua não tem dono”.

E continua:

“Para Bolsonaro, esse é o ‘povo’ que ‘quer liberdade, quer democracia’. Já os cidadãos que, cansados de tanta afronta à democracia, resolveram deixar o confinamento para demonstrar seu absoluto repúdio a essa escalada autoritária, estes são chamados de ‘terroristas’ pelo presidente (…).

Premido pelo coronavírus e seu monumental impacto na vida nacional, obrigado a negociar cargos com a bancada da boquinha no Congresso para evitar um impeachment e assombrado por investigações policiais contra si mesmo e contra os filhos, Bolsonaro parece disposto a derrubar o tabuleiro de xadrez diante do xeque. O presidente inventa um confronto, que tão avidamente deseja, não só para intimidar seus opositores, mas principalmente para desviar a atenção de sua clamorosa incapacidade de governar.”

Leia também: STF x governo

Comentários

  • Daniel -

    Chamar de cidadãos quem sai às ruas para vandalizar tudo e queimar o Pavilhão Nacional é muita desfaçatez desses "jornazistas"...

  • Andre -

    Até as pedras sabem que é só o JB abrir o dinheiroduto para esse jornal e no dia seguinte estará sendo louvado no altar do Olimpo. Assim como está com o Centrão.

  • José -

    Os apoiadores do Bolsonaro só se manifestam aos domingos. Por que a oposição não se manifesta nos sábados ou nos outros dias da semana?

Ler 115 comentários