Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro: "Não é justo querer criminalizar o garimpeiro"

Em conversa com apoiadores, o presidente da República voltou a sair em defesa dos garimpeiros
Bolsonaro: “Não é justo querer criminalizar o garimpeiro”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Jair Bolsonaro voltou a sair em defesa dos garimpeiros e disse, na noite desta sexta-feira, que “não é justo” criminalizar a atividade no Brasil. 

Não é justo, hoje, querer criminalizar o garimpeiro no Brasil. Não é porque meu pai garimpou por um tempo. Nada a ver. Mas, no Brasil, é muito bacana o pessoal de paletó e gravata dar palpite em tudo que acontece no campo”, afirmou em frente ao Palácio da Alvorada.

Segundo o presidente, seu governo está “mudando” a realidade dos indígenas. Desde terça-feira, a Polícia Federal está no território Yanomami em Roraima para apurar informações sobre o conflito entre garimpeiros e indígenas.

A gente quer deixar eles (indígenas) plantarem à vontade. A gente está mudando, não é fácil mudar. Mudamos a Funai. Hoje, vocês têm o presidente da Funai”, completou.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO