"Bolsonaro não é marola de opinião"

Jair Bolsonaro é muito mais do que Jair Bolsonaro.

A presidente do CEBRAP, Angela Alonso, tratou do assunto na Folha de S. Paulo:

“O campo antiesquerda é amplo e enraizado. E nada tem de homogêneo. Ao contrário do que o uso farto das noções de populismo e fascismo leva a crer, trata-se de universo de alta complexidade (…).

A ambiguidade propiciou abrigar sob mesmo guarda-chuva grupos nacionalistas, militaristas, anticomunistas, pró-livre mercado, antitaxação, anticorrupção e pelo controle dos costumes. Todos ansiosos por uma sociedade mais ‘ética’, cada um entendendo ‘ética’ à sua maneira (…).

Todo esse mundo cresceu ao largo da grande mídia e da maioria dos cientistas sociais. Acumulou-se por quase uma década, antes que sua evidência nas ruas em 2015 impusesse sua consideração (…).

A eleição de Jair Bolsonaro é a vitória de uma mobilização social duradoura e arraigada. Não é marola de opinião. Nem é reencarnação de populismos ou fascismos. É fenômeno complexo e moderno. 2019 não será mera reedição de 1964. Quem fica pensando que a história se repete perde o bonde e acaba atropelado.”

O sucesso do governo de Jair Bolsonaro vai depender de sua capacidade de se dirigir a esse campo amplo e heterogêneo, e não apenas à franja bolsonarista.

 

Comentários

  • HPSouza -

    Gostei do texto. Um grande erro, sobretudo dos jornalistas, sempre foi minimizar esse movimento. Como se cada eleitor do Bolsonaro fossem reduzidos apenas a "idiotas". Não importamos que pensem as

  • João -

    Ué, a Foice de SP faz algo além de militância pró esquerdalha? Interessante. Serão os ventos da liberdade de opinião ou o cagaço pela sobrevivência?

  • Alberto -

    a maioria dos BRASILEIROS estão bem acima do PT comunista ,do fascismo ,baderna ,da anarquia .Nos somos a bandeira ordem e progresso ,verde e amarela ,BRASIL RICO para eliminar a pobreza,.

Ler 287 comentários