Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro: "Não podemos seguir o caminho da nossa querida Venezuela"

Em discurso em Roraima, o presidente afirmou que uma vitória da esquerda nas eleições de 2022 pode levar o Brasil a um regime ditatorial
Bolsonaro: “Não podemos seguir o caminho da nossa querida Venezuela”
Reprodução/Tv Brasil Gov/YouTube

Jair Bolsonaro voltou a dizer nesta quarta-feira (29) que pretende visitar Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, “para fazer imagens” da população que entra no Brasil fugindo do regime de Nicolás Maduro.

Em discurso em Roraima, o presidente alertou que, se a esquerda vencer em 2022, o país pode seguir o mesmo caminho.

Nós não podemos seguir o caminho da nossa querida Venezuela. Nós queremos liberade e progresso. Queremos um país onde a liberdade de culto se faça presente, bem como a liberdade de expressão. Não queremos seguir o caminho de outros países, que o seu povo, ao eleger gente com o pensamento de esquerda, lançou-se, como um todo, no caminho da ditadura, da pobreza, da fome e da miséria.”

Mais cedo, em um outro discurso, o presidente disse que, se Lula for eleito, vai implementar o modelo econômico chinês no Brasil.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....