ACESSE

Bolsonaro não quer demitir membro do gabinete do ódio

Telegram

Jair Bolsonaro não quer demitir seu assessor Tércio Arnaud Tomaz, o blogueiro com crachá cujas contas clandestinas foram reveladas pelo Facebook.

Diz Josias de Souza:

“No final do ano passado, auxiliares do presidente o aconselharam a exonerar Tércio, que havia se transformado em matéria-prima para a CPI das fake news. Bolsonaro deu de ombros. Voltou a ser alertado na sexta-feira. E nada (…).

Parlamentar governista com assento na CPI avisou ao Planalto que será difícil evitar um depoimento de Tércio à comissão. Avaliou que seria melhor se fosse como ex-assessor. Foi informado de que Bolsonaro resiste.”

Leia mais: Paralisia toma conta de áreas do governo responsáveis por ações vitais para o país. Clique para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 52 comentários