ACESSE

Bolsonaro não vai rever dados da Comissão da Verdade, diz porta-voz

Telegram

O governo federal não pretende rever os dados da Comissão da Verdade, disse hoje o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, conforme registra o UOL.

Ontem, Jair Bolsonaro disse que cogitava contestar o grupo, que apurou mortes e desaparecimentos durante a ditadura militar e apresentou seu relatório final em 2014.

“O governo não pretende rever dados da Comissão da Verdade, embora o senhor presidente não concorde com a maioria deles”, afirmou Rêgo Barros no início desta noite.

O capitão enquadra os generais. Saiba tudo

Comentários

  • DAISY -

    Deveria rever, sim, porque tenho conhecimento de famílias de vítimas de terrorismo que tiveram pedido de indenização rejeitado pela Comichão da Verdade.

  • Astrid -

    Entao fez rebuliço a toa, sr Presidente faz tumulto depois deixa passar e amanhã levanta outra questão para deixar o país em transe .É lá vamos aos solavancos.Por favor assim não dá, a oposição rindo

  • CARLOS -

    Deve contestar na medida em que houve distribuição de indenização para os companheiros. Muitos deles, incluindo Lula, como prêmio pelo trabalho realizado contra a pátria.

Ler 72 comentários