Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro: "Não vai ter vacina para todo mundo"

Bolsonaro: “Não vai ter vacina para todo mundo”
Reprodução/YouTube/Jair Bolsonaro

Na live de hoje, Jair Bolsonaro disse que a decisão do Supremo que autorizou a vacinação compulsória contra a Covid-19 é inócua, porque, segundo ele, não haverá vacina para todos até o fim do ano que vem.

Apesar da permissão, o presidente reafirmou que não vai adotar medidas restritivas para compelir a população a se vacinar, e disse achar difícil que algum governador faça isso.

“A vacina não vai chegar de uma hora para outra. Vamos supor que comece no final de janeiro [a vacinação]. Não temos como conseguir a vacina para todo mundo até o final do ano. Então, não vai ter medida restritiva nenhuma. O cara pode falar: ‘quero tomar, mas não tem'”, disse.

“Não tem medida impositiva no ano que vem, zero. Porque não tem vacina para todo mundo. Não queiram me obrigar a tomar posição que vai na contramão daquilo que eu sou. Então, com todo o respeito ao Supremo Tribunal Federal, tomou medida antecipada, nem vacina tem. Não vai ter para todo mundo”, afirmou depois.

Na mesma live, o ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) disse que a pasta tem parceria e financia o desenvolvimento de três vacinas contra a Covid-19 no Brasil, que ainda entrarão em fase de testes com humanos.

“Então podemos ter a nossa vacina genuinamente brasileira, ainda? Tu acha que nesse ano chega aos finalmente a tua vacina?”, perguntou Bolsonaro. O ministro respondeu que sim às duas perguntas.

“Do que depender de mim, é de graça para todo mundo a patente. O país do mundo que quiser a patente pode levar embora”, disse depois Bolsonaro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO