ACESSE

Bolsonaro, o capitão das fake news

Telegram

Em sua live há pouco, Jair Bolsonaro resolveu dar “exemplos de fake news” e citou uma matéria publicada, em 18 de outubro de 2018, por O Antagonista, intitulada “Haddad espalha fake news: ‘Folha comprova que Bolsonaro criou organização criminosa’.”

Ao contrário do que sugere o presidente da República, a notícia em questão não é uma fake news, mas uma constatação de que a campanha de Fernando Haddad estava espalhando fake news CONTRA o próprio Bolsonaro na campanha.

Logo depois, o presidente relaciona notícias publicadas pelo site com queda na Bolsa de Valores, reforçando a calúnia espalhada por petistas, temeristas de ocasião e bolsonaristas de que O Antagonista atua clandestinamente no mercado financeiro.

“A questão da reunião ministerial ia ser uma bomba, bala de prata… Engraçado, sai no Antagonista… uma bomba, a bolsa mexe, tá ok. CVM vê esse negócio aí, é isso mesmo? A CVM analisa quem agiu de forma não padronizada né, tá ok? Então muitas vezes essas matérias fake news proposadamente [sic] são passadas por quem tem interesse em alguma coisa, tá certo? Mas tudo bem.”

Ao espalhar calúnias como essa em rede nacional, o presidente age como verdadeiro comandante da máquina de disseminação de fake news e destruição de reputações que ontem foi alvo da Polícia Federal.

Leia também: BOLSONARISTAS NA MIRA DO STF

Comentários

Os comentários estão desabilitados