"Bolsonaro parou de fingir"

“Bolsonaro parou de fingir”

“Bolsonaro parou de fingir que apoia seu Posto Ipiranga incondicionalmente, que encampou o liberalismo e que está governando o país para valer”, diz Eliane Cantanhêde.

“Caiu a máscara e ele assumiu o seu verdadeiro eu e a sua candidatura (muito) antecipada à reeleição (…).

Assim, Bolsonaro vai ajustando sua estratégia e as contas públicas para conquistar o voto dos pobres e manter o dos ricos. Com uma carta na manga após jogar fora o liberalismo e o combate à corrupção: Lula. Se algo de 2018 sobrevive para 2022, é: ‘ou eu ou o PT, o que vocês preferem?’”

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília onde ministro conspira contra ministro
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 72 comentários
TOPO