ACESSE

Bolsonaro pede para STF suspender decisão que derrubou contas de bolsonaristas

Telegram

O governo federal entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) no STF pedindo a suspensão de decisões judiciais que resultaram no bloqueio das contas de bolsonaristas nas redes sociais.

Em suas próprias contas nas redes, Jair Bolsonaro afirmou que a ação visa ao cumprimento de “dispositivos constitucionais”.

“Caberá ao STF a oportunidade, com seu zelo e responsabilidade, interpretar sobre liberdades de manifestação do pensamento, de expressão, … além dos princípios da legalidade.”

A Advocacia-Geral da União, em peça também assinada pelo presidente, afirma que “as medidas de suspensão ou bloqueio de contas em redes sociais para fazer cessar o direito de manifestação de investigados configuram-se como desproporcionais e contrárias ao direito à liberdade de expressão e ao devido processo legal, os quais constituem preceitos fundamentais da ordem constitucional”.

Leia mais: Diogo Mainardi: 'Gilmar não vai derrubar Bolsonaro'

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 284 comentários