Bolsonaro proíbe ministros de atender Doria, diz jornal

Bolsonaro proíbe ministros de atender Doria, diz jornal
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

Jair Bolsonaro proibiu ministros de atender a qualquer pedido de João Doria e disse que quem conversar e fizer “graça” para o governador paulista também está sujeito a receber cartão vermelho, segundo reportagem de Vera Rosa no Estadão.

“A ordem foi reforçada depois que Doria deu a largada para a vacinação contra a Covid-19, no último domingo, 17, tirando o protagonismo do governo federal”, escreve o jornal paulistano.

De acordo com a reportagem, o presidente está convencido de que o tucano trabalha em sintonia com Rodrigo Maia para desgastar cada vez mais o governo e articular seu impeachment.

“Não vão conseguir me derrubar”, disse Bolsonaro em recente conversa com aliados, segundo relatos obtidos pelo Estadão.

É um estadista.

Leia mais: Nenhuma outra publicação cobre o STF com a independência, o olhar crítico e as informações de bastidores da Crusoé
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO