Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro: "Quem quer ficar e tem condições fica em casa"

Bolsonaro: “Quem quer ficar e tem condições fica em casa”
Reprodução/TV Brasil/YouTube

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro transformou, novamente, a pandemia — questão de saúde pública — em uma discussão sobre “liberdade”.

Em críticas às medidas restritivas impostas por prefeitos e governadores como tentativa de frear o avanço do novo coronavírus, o presidente voltou a dizer que as pessoas “devem ter o direito de sair ou ficar em casa”.

“Quem quer ficar e tem condições fica em casa. Deixa quem quer levar o sustento para casa trabalhar. É direito do homem e da mulher levar comida para a sua prole.”

O presidente disse que, caso tenha que “baixar o decreto”, será embasado no artigo 5º da Constituição, trecho que “nem o Congresso pode mudar”, pois “é preciso de Assembleia Constituinte”.

“De onde nasceu essa excrescência, que dá poderes a governadores e prefeitos para nos prenderem dentro de casa, nos condenando à miséria, roubar milhões de empregos, levar famílias ao desespero por não poder trabalhar ou se locomover. E quando procuram conforto, são proibidos de ir à igreja ou ao templo. Pastores e padres passaram a ser vilões no Brasil.”

Bolsonaro também culpou a imprensa pelas prisões de pessoas que cumprem medidas de isolamento. Disse ainda que esse cenário é favorável à esquerda.

“Vemos pessoas sendo presas em praça pública, mulheres sendo algemadas. E ninguém fala nada. Homens sendo proibidos de ir à praia. Como o decreto de um prefeito proibindo a família de sair de lancha na baía de Angra [dos Reis]. Cadê nossa liberdade? Cadê os meios de comunicação para denunciar isso?”

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO