Bolsonaro quer atrair votos das mulheres e associar Marina ao PT

Assim como Marina Silva, Jair Bolsonaro quer atrair o voto das mulheres, registra a Folha.

Rejeitado por 43% do eleitorado feminino, segundo o Datafolha, o presidenciável do PSL prepara um discurso no qual a palavra solidariedade será central.

“Tentará falar às mulheres apelando à maternidade: iniciativas para crianças deverão estar no topo de suas prioridades retóricas.

(…) Como diz um aliado de Bolsonaro, a campanha concorda que é preciso ganhar votos para garantir a ida ao segundo turno. Aí entra Marina (…).”

A solução trabalhada será associar Marina a seu passado petista.

Esse trabalho se dará mais em manifestações públicas e rede sociais, nas quais Bolsonaro fará entradas ao vivo três vezes por semana para compensar seus segundos na TV, enquanto, no horário gratuito, ele apenas se apresentará como político honesto e ficha limpa.

O cálculo dos ataques entre Marina e Bolsonaro

Comentários

  • Bolsonaro -

    Contra bandidos, contra a ORCRIM, contra a inversão de valores, contra as drogas, contra o kit gay. A favor da Lava-jato, da educação básica decente, da ordem, da família, da tolerância zero.

  • Bolsonaro/Mourão -

    Apareça mais acompanhado da Esposa, de Joyce e da mala sem alça da Janaina.

  • Claudio -

    E a rejeição do eleitorado masculino à Marina? NINGUÉM FALA. ELA É UM TRUBUZO.

Ler 165 comentários