Bolsonaro quer expandir ferrovias, rodovias e aeroportos com dinheiro privado

O plano de um eventual governo Bolsonaro para infraestrutura baseia-se em expandir ferrovias, rodovias e aeroportos quase que exclusivamente com recursos privados, registra o Estadão.

O pacote de concessões planejado por auxiliares do presidenciável do PSL deve incluir a possibilidade de renovar antecipadamente contratos em curso e relicitar aqueles que apresentam problemas.

O BNDES poderá entrar com financiamento para a fase de construção, segundo Paulo Coutinho, economista e professor da UnB que supervisiona propostas do partido para infraestrutura.

“Objetivo é não colocar mais dinheiro do governo. O limite é o que está hoje no Orçamento”, disse ao jornal, acrescentando que os recursos chineses serão bem-vindos.

“Bolsonaro é contrário aos chineses comprarem terras. Não há resistência para ferrovias.”

Comentários

  • Marcelo -

    Tem que abrir o pais ao investimento estrangeiro e diminuir o custo Brasil e fazer as reformas fiscal, trabalhista e sindical.

  • wanderlei -

    E isso aí. A iniciativa privada é o caminho.

  • Márcio -

    Coincidência: leio o Antagonista "da frente pra trás e acabei de comentar isso num "post" mais recente: FERROVIAS, O MODAL!

Ler 127 comentários