Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro quer pôr ponto final na 'CPI do Renan'

No desespero para encontrar algo que lhe seja favorável na CPI da Covid, presidente postou um trecho em que Carlos Murillo fala da aprovação pela Anvisa do registro definitivo da vacina da Pfizer
Bolsonaro quer pôr ponto final na CPI do Renan
Foto: x3/Pixabay

No desespero para encontrar algo que lhe seja favorável nos depoimentos à CPI da Covid, Jair Bolsonaro postou um trecho em que o ex-CEO da Pfizer, Carlos Murillo, fala da aprovação pela Anvisa do registro definitivo da vacina da empresa.

“A Anvisa emitiu o registro permanente da vacina da Pfizer em 22 de fevereiro de 2021. Foi um dos primeiros países do mundo a ter o registro permanente. Não tivemos dificuldade no processo com a Anvisa”, declarou Murillo.

No Twitter, Carluxo, ops, Jair escreveu: “Gerente Geral da Pfizer na América Latina bota ponto final na CPI do Renan: ‘o Brasil foi um dos primeiros países do mundo a ter o registro da vacina Pfizer.’ Parabéns Anvisa e Min Eduardo Pazuello”.

Não muda o fato de o governo ter levado 216 dias —e mais de 180 mil mortes por Covid— para aceitar a oferta da Pfizer desde que ela foi feita pela primeira vez. Nesse período, como mostrou O Globo, cerca de 40 países (entre eles Reino Unido e EUA, que fecharam contratos com a farmacêutica antes mesmo dos testes de fase 3) passaram à frente do Brasil na fila da entrega.

Não adianta querer “botar ponto final”. A CPI está só começando.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO