Bolsonaro questiona formação de médicos cubanos

Jair Bolsonaro questionou nesta quarta-feira a formação dos profissionais cubanos do Mais Médicos.

“Não temos qualquer comprovação de que sejam realmente médicos e sejam aptos a desempenhar sua função. Decisão de suspender foi unilateral da ditadura cubana. Não vou convidá-los a permanecer aqui. Jamais faria acordo com Cuba nesses termos porque isso é trabalho escravo.”

O novo Brasil pós-PT. Você CARA A CARA com Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas e convidados. CLIQUE AQUI
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO