ACESSE

Bolsonaro: reforma administrativa atrapalharia reeleição

Telegram

Numa conversa com ministros no início deste ano, Jair Bolsonaro apontou a reforma administrativa defendida pelo secretário de Desburocratização, Paulo Uebel, como uma barreira no caminho de sua sonhada reeleição, relata Lauro Jardim.

Uebel pediu demissão nesta terça (11) junto com Salim Mattar, baixas que Paulo Guedes –a quem os dois secretários respondiam– chamou de “debandada”.

“Essa reforma administrativa a gente deixa para o primeiro ano do segundo mandato, senão vai atrapalhar a reeleição”, disse o presidente aos ministros, segundo o colunista de O Globo.

Com pouco mais de um ano e meio de governo, Bolsonaro não tem absolutamente nenhum projeto que não seja sobreviver a um eventual impeachment e se reeleger em 2022.

 

Leia mais: A 'paz conveniente' reina em Brasília

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 51 comentários