ACESSE

Bolsonaro repete tática de Dilma e Sarney com desmatamento

Telegram

A briga de Jair Bolsonaro com o Inpe é mais uma tentativa de controlar os dados sobre o desmatamento no Brasil –prática antiga no governo, escreve Marcelo Leite na Folha.

Em 1988, no governo de José Sarney, houve tentativa de manipulação dos dados: números divulgados pelo então presidente omitiam 92,5 mil km² de área desmatada.

E, em 2014, Dilma Rousseff obrigou que a divulgação dos dados do Deter –sistema que detecta desmatamento em tempo real– fosse adiada, para não prejudicar a sua reeleição.

Bolsonaro enquadra os generais. CONFIRA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 117 comentários