Bolsonaro: "Se fosse presidente, exigiria um Revalida presencial"

Jair Bolsonaro disse hoje que se já estivesse na presidência exigiria um “Revalida presencial” dos cubanos que fazem parte do Mais Médicos.

“Se fosse presidente, exigiria um Revalida presencial. Assistir o médico a atender o povo. Porque o que temos ouvido são muitos relatos de verdadeiras barbaridades. Não queremos isso para ninguém.”

O Revalida, lembra a Folha, é aquele exame nacional exigido por formados no exterior que queiram exercer a medicina no país.

O presidente eleito afirmou também:

“A situação é de praticamente escravidão a que estão sendo submetidos os médicos e as médicas cubanos do Brasil. Já imaginou confiscarem 70% do seu salário?”

O futuro do Brasil: venha discutir com DIOGO MAINARDI, MARIO SABINO, CLAUDIO DANTAS e convidados. AQUI
Mais notícias
TOPO