Bolsonaro se reúne com Ives Gandra Martins Filho

O ministro do Tribunal Superior do Trabalho Ives Gandra Martins Filho, que por pouco não ocupou a vaga no STF que acabou ficando com Alexandre de Moraes, se reuniu na manhã de hoje com Jair Bolsonaro.

O ministro, que estava à frente do TST quando da aprovação da reforma trabalhista, entrou e saiu da casa do candidato do PSL sem falar com os jornalistas.

Atentado a Bolsonaro: saiba com exclusividade o que a PF está investigando AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 50 comentários
  1. já pensou: moro, ives janaina no tsf ia deixar lewadeusk doido o gilmar pirado e o toffoli, pianinho. a se sonhos pudessem ser realizados em âmbito politico sempre que eu pensasse rsrsrsrsrsrs

  2. Bom nome. Entende da área trabalhista e é conservador (respeita as leis). Não precisa concordar 100% com ninguém, basta reconhecermos a honestidade e capacidade o q haja diálogo e avanço.

  3. Uma vez mais o Mito mostra a que veio. O Brasil mudará sua cara para melhor. Espero que o jurista aceite fazer parte desta mudança de um Brasil pequeno para seu verdadeiro tamanho.

  4. Na verdade, no começo da Lava Jato, Yves Granda atacava o PT. Gilmar Mendes atacava o PT! Até que as coisas saíram só da esfera do PT… E as cobras criadas de toda a ORCRIM vieram à tona!

  5. Ele é um bom nome. É aquele que não nomearam por ser conservador demais. Não basta ser alguém da lava-jato. Tem que ser conservador, pra conter os ativismos progressistas lá dentro.

  6. Você já se perguntou o quão Moro é conservador? Já leu obras dele? Como ele pensa sobre questões que permeiam a história do Brasil e do mundo? Que permeiam a sociedade? Pesquise.

    1. Não vai ter mais de uma vaga? Moro beneficia mais o Brasil agora continuando na Lava jato do que indo para o STF, ele pode ir depois do fim da operação.

    2. Porque não. Se o pessoal for além da euforia, sabatinará Moro, oesquisará sobre ele, para além da atuação dele na lava-jato. É preciso saber o quão conservador ele é. É um dos critérios.

    1. Mas ele é um ministro que não foi nomeado por ser “conservador demais”… tem até post aqui nesse sentido. Moro sabemos que dá sentenças segundo a letra fria da lei… mas é conservador?

    1. É o apoio. Cada cabeça uma sentença. Ele é bem conservador, e isso é um ponto a mais. Se ele for fiel à lava-jato, é um bom nome.

  7. Que diferença das visitas hein! Bolsonaro com Henrique Prata, Paulo Guedes, Viviane Senna, Ives Gandra, Luciano Hang, e otras personalidades! Enquanto isso o Frauddad com o presidiário, gleise, lind