Bolsonaro sem complicações após cirurgia, diz boletim

O Albert Einstein divulgou agora há pouco novo boletim médico sobre o estado de saúde de Jair Bolsonaro.

O presidenciável continua na UTI e apresenta uma evolução clínica “estável”, sem complicações depois da cirurgia de emergência a que foi submetido ontem, dizem os médicos.

Sem febre ou sinais de infecção, Bolsonaro está recebendo analgésicos e não teve sangramentos ou outras complicações depois da operação.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 44 comentários
  1. “Não há oração sem resposta”. Basta orar para São Rafael Arcanjo, o mensageiro de Deus cuja missão divina é proteger e realizar curas. Em hebraico, (Rafa) significa cura e (El) Deus.

    1. Balela. Não saber a diferença entre ódio e ira leva o sujeito a odiar o diferente. Apologia do crime perpetrado é uma provocação temerária à lei do retorno.

    2. Esse discurso de odio faz parte da ESTRATÉGIA de implantacao do Comunismo Bolivariano, não foi inventado pelo Mito, todos que pensam diferente deles sao fascistas e outros RÓTULOS #SaiaDaMatrix

  2. Suuucessooo: “O Mito Chegou“ “O mito chegou e o Brasil acordou. A esperança de verdade, onde até criança, agora podemos ver um futuro melhor. Em 2018, já nos salve. O povo cansou de mentira

  3. Impressiona a omissão de 99% dos órgãos de comunicação social que tratam o grave atentado como “página virada”. Imaginem se fosse um Freixo, Boulos, Dilma ou Lula se estariam tratando assim.

    1. Resumiu bem! Não podemos vdeixar o desânimo tomar conta! Vamos para a luta ( pacífica) mas a cada segundo e não podemos ficar só na internet !

  4. Será o futuro Presidente do Brasil. O Todo-Poderoso há de interroper as décadas de maldição sobre o Brasil, desde sarney, collor, fhc 1, fhc2, lula1, lula2, dilma1, dilma2, temer. O Brasil no bur

    1. Sabem sim. Bolsonaro sobreviveu por milagre. Teve muita sorte. A coisa foi complicada mesmo e medicina não é matemática.

  5. Toffoli presidente STF. Haddad/Ciro presidente Brasil. Dilma senadora. Em fevereiro/18, Dilma toma posse como presidenta do Senado Federal, março Toffoli solta Lula, em abril Lula assume Casa Civil.