Bolsonaro sobre 2022: 'Se a gente não tiver voto impresso, pode esquecer a eleição'

Bolsonaro sobre 2022: Se a gente não tiver voto impresso, pode esquecer a eleição
Foto: Marcos Corrêa/PR

Em suas férias em São Francisco do Sul (SC), Jair Bolsonaro retomou uma de suas obsessões: a aprovação de uma PEC que institua o voto impresso.

Segundo o relato da Folha, o presidente passou cerca de 25 minutos cumprimentando apoiadores, quando um deles perguntou: “Falta muito para chegar 2022, para apertar [o botão da urna] de novo, presidente?”.

Ao que Bolsonaro respondeu: “Se a gente não tiver voto impresso, pode esquecer a eleição”.

O jornal paulistano lembra que, em março deste ano, o presidente afirmou que houve fraude eleitoral em 2018 —pleito que ele venceu— e que foi eleito no primeiro turno. Na ocasião, disse que tinha provas da fraude. Nunca as apresentou.

Parece desculpa esfarrapada para uma eventual derrota, preparada com dois anos de antecedência. Ou preparação do terreno para imitar Donald Trump (mais uma vez) e não reconhecer um resultado desfavorável.

Leia mais: Leia na Crusoé como o governo corre para garantir as vacinas necessárias para imunizar a população no começo de 2021.
Mais notícias
TOPO