ACESSE

Bolsonaro, sobre cartaz arrancado: "Não vou comentar"

Telegram

Perguntado sobre o cartaz arrancado pelo deputado Coronel Tadeu, do PSL, em uma exposição na Câmara sobre o racismo e o Dia da Consciência Negra, Jair Bolsonaro preferiu não falar sobre o assunto.

“Eu fiquei sabendo, mas não sou mais deputado e não vou comentar”, disse.

“Eu mudei do Legislativo para o Executivo e falo do meu governo. Isso quem vai decidir o que fazer é o presidente [da Câmara] Rodrigo Maia.”

Uma mulher comanda a tarefa de fundar o novo partido de Bolsonaro. CONFIRA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 33 comentários