ACESSE

Bolsonaro, sobre Trump: “É meu amigo, é meu irmão”

Telegram

Como registramos, Donald Trump citou o Brasil nesta sexta-feira como um exemplo negativo no combate à pandemia do novo coronavírus.

Questionado poucas horas depois sobre a declaração do presidente americano, Jair Bolsonaro minimizou a crítica de Trump:

“É meu amigo, é meu irmão. Falei com ele essa semana. Tivemos uma conversa maravilhosa. Um abraço, Trump. O Brasil quer cada vez mais aprofundar o nosso relacionamento. Torço para que seja reeleito. Trump, aquele abraço.”

Leia também: Até quando ele conseguirá frear Bolsonaro?

Comentários

  • Rômulo -

    O mundo nos assiste enojado.

  • Jose -

    Aqui só dá presidente lambe botas. Quando não é um esquerdista submisso a Cuba, Venezuela, Bolivia é outro lambendo o Trump e o Brasil levando coice.

  • Carlos -

    Ele só se compara ao Trump nas coisas ruins. E mesmo o louco americano falando negativamente do Brasil ele continua tirando as calças para o cabelo de espiga de milho.

Ler 143 comentários